fbpx

5 dicas para abrir um minimercado

5 dicas para abrir um minimercado

Abrir um minimercado pode ser uma alternativa interessante para quem está pensando em começar a empreender. Isso porque, dependendo do caso, esse tipo de comércio não demanda muito dinheiro, pois pode funcionar em um espaço físico pequeno.

Porém, mesmo que a estrutura seja simples, é importante prestar atenção em alguns passos fundamentais para que o negócio tenha sucesso. Por isso, preparamos c5 dicas para abrir um minimercado. Fique conosco e siga a leitura!

1 – Faça um bom planejamento 

Se você quer empreender, o primeiro passo sempre é elaborar um planejamento detalhado do negócio que deseja abrir.

Uma pesquisa realizada pelo SEBRAE aponta que um dos principais motivos que levam uma empresa ao fechamento é a falta de um planejamento adequado. Isso envolve buscar capacitação técnica, conhecer o mercado e a concorrência, saber quem é o público-alvo, entre outros aspectos.

Outro motivo importante para o planejamento é que, a partir dele, você vai descobrir o quanto de dinheiro precisará para o investimento. Muitos negócios fecham justamente por terem sido mal planejados financeiramente.

Por isso, antes de abrir um minimercado, certifique-se de que todos esses pontos estejam dominados. Isso evitará frustrações e prejuízos financeiros no futuro.

2 – Estude o melhor local para abrir o minimercado

Feito o planejamento, é o momento de definir o ponto comercial do negócio. O lugar escolhido deve possibilitar um bom fluxo de clientes interessados em consumir os seus produtos.

Nesse sentido, uma boa alternativa é escolher locais de bom trânsito comercial, pelos quais as pessoas circulam a pé ou de carro no horário do almoço ou no final de tarde, por exemplo. Porém, se a sua ideia é abrir o minimercado em um bairro residencial, dê preferência às partes mais movimentadas da região ou próximas de pontos estratégicos, como escolas ou comércio local.

Por último, antes de alugar o imóvel que você gostou, verifique se não há nenhum impeditivo legal para que o comércio funcione no local. Para isso, faça uma pesquisa junto aos órgãos competentes da sua prefeitura. Eles lhe informarão sobre como providenciar alvará de funcionamento, licenças sanitárias, ambientais e demais exigências legais necessárias para abrir o seu minimercado.

3 – Pesquise fornecedores para o seu negócio

A essa altura, você já tem ideia do tamanho e do perfil dos clientes do seu minimercado, certo? Então, chegou a hora de buscar fornecedores que possam lhe oferecer a melhor relação entre diversidade de produtos, reposição e preços.

Estabeleça volumes de compras e prazos de entregas. Em determinados casos, você mesmo fará as compras, caso opte por grandes fornecedores como CEASA, por exemplo. Porém, se for trabalhar com produtos diferenciados e de menor escala, procure bons produtores de orgânicos que se comprometam a lhe entregar nos prazos e volumes acordados.

Em suma, negocie condições interessantes para criar boas parcerias. Isso lhe dará tranquilidade em relação à qualidade e à quantidade adequada de seus estoques.

4 – Planeje a sua equipe

Normalmente, os minimercados são conduzidos pela própria família, ao menos no início do empreendimento. Porém, mesmo que o seu negócio inicie pequeno, é importante que você tenha profissionais que possam dar suporte em momentos de maior movimento, ou mesmo substituir algum membro da família em momentos de urgência.

Se a sua intenção é não ter funcionários, tenha ao menos um bom banco de dados de profissionais freelancers, que poderão ajudá-lo nesses momentos. Atendentes, caixas, profissionais de limpeza ou segurança: tenha nomes mapeados para quando surgirem emergências. Isso o ajudará a manter um atendimento de qualidade, o que irá fidelizar os seus clientes.

5 – Invista em uma boa estrutura física

Por fim, independentemente do tamanho do seu minimercado, o layout é muito importante para o bem-estar dos clientes e para o sucesso de suas vendas. Por isso, aposte em materiais de qualidade como gôndolas e balcões de refrigeração de boas marcas, por exemplo. Além de proporcionarem um visual mais atraente para os consumidores, esses produtos auxiliarão você na correta distribuição dos produtos e na conservação dos seus estoques.

Gostou das nossas dicas sobre como abrir o seu minimercado? O que mais você gostaria de saber sobre o setor de supermercados? Confira o nosso blog, ou acesse o site da Visual Super para conhecer nossos produtos e serviços!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *